9 de maio de 2019

Quero "pegar" minha professora! E agora?


YEYYYYYY...

Cadê o respeito, meu povo? Quando somos adolescentes, às vezes, vemos coisas onde não há. Saibam que muitos adultos serão simpáticos com você, isso incluindo mulheres. 
Primeiro, não significa que uma mulher está sendo simpática que ela quer algo com você. Acredito MUITO que uma PROFESSORA nem pensa em você como homem! Ela é maior de idade, provavelmente, você seja menor de idade! Entende que isso é crime? Por mais que você não aceite, sua mente ainda está sendo moldada, e uma pessoa adulta e estudada por fazer isso facilmente, portanto isso seria crime de pedofilia, por mais que você ache que você aceitou sair com ela ou até mesmo fazer sexo com ela! Por isso, acredito fielmente que ela não estaria disposta a ir para a cadeia e a perder o diploma dela com você.
Segundo, uma mulher quer mais que um menino para construir a vida. Desculpe-me se estiver sendo honesta demais, ou até mesmo grossa, mas abra o olho! Por que uma pessoa estudada, com a vida encaminhada iria "perder" o tempo dela com um aluno? O que você tem para oferecer para ela? Preste atenção, ainda está formando sua cultura, seus pensamentos, para aí sim ser um homem interessante! Geralmente, uma mulher quer alguém para construir uma vida, uma família, e por isso, procuramos pessoas com os mesmos atrativos que nós já temos. 
Enquanto professores, às vezes, temos mais afinidades com certos alunos mesmo, isso é normal, mas não significa nunca que estamos dando em cima de alguém. CUIDADO. SUAS INTERPRETAÇÕES são muito sérias e podem ACABAR com a vida de uma professora. Cuidado para quem está falando uma coisa tão séria!
Se eu fosse você, acharia outra pessoa mais ou menos da sua idade e veja se não são ilusões da sua cabeça. Afinal, em filmes, novelas e etc., sempre há um sonho de "pegar" a professora, né?! Mas DEFINITIVAMENTE não é assim que funciona na vida real!
Espero ter esclarecido seus pensamentos e que você possa retroceder na forma de pensar!



LEIA ESSA MATÉRIA DE UMA PROFESSORA QUE FOI PRESA AO SE ENVOLVER COM UM ALUNO: https://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/mundo-insolito/2016-09-16/professora-sexo-aluno-nota.html

LEMBRE-SE: ESSE É APENAS UM EXEMPLO!

Deixarei o filme CONFIAR, aqui na postagem. É um belo exemplo do que acontece. Nele é uma menina que passa por um envolvimento com alguém mais velho, mas podemos tirar uma lição tanto para meninos, quanto para meninas!



APROVEITE E SE INSCREVA NO MEU CANAL PARA FICAR POR DENTRO DOS MEUS CONSELHOS.
ASSISTA AO VÍDEO DE ONTEM:



1 de maio de 2019

Por que as pessoas odeiam minha voz?

Com certeza, esse é um dos comentários negativos que mais recebo!
É verdade que recebo poucos comentários negativos em relação aos positivos, mas o fato é que eu os recebo. E está tudo bem de alguém não gostar de mim, não me achar bonita o suficiente, não me achar rica o suficiente, não achar qualidade boas o suficiente em mim!


O fato é que posto vida real, e quero avisar que a partir dessa semana está mais real do que nunca! Cansei de querer tirar fotos pensadas para o Instagram, postar coisas no canal SOMENTE relacionadas à escola. Eu sou a Suzana, sou professora, mas amo academia, cuido da alimentação, tenho problemas e gosto de compartilhar TUDO com vocês. Algumas coisas tenho medo de dizer por causa de julgamentos, mas cansei! Quero que fiquem ao meu lado pessoas que me entendem como eu sou de verdade. 



Sobre a minha voz, eu sempre respondo para as pessoas reclamarem com Deus, porque foi essa a voz que Deus me deu! Eu não forço nada, minha voz é assim mesmo! Fazer o quê?! Melhor ter essa voz do que ser muda, né?! Eu sou conformada, não ligo, não canto, não fiz aula de canto, então está tudo certo.
Por que estou fazendo este post? Porque sempre alguém vai criticar. Vão dizer que suas roupas são feias, que seu cabelo é horrível, que você é muito gorda ou muito magra, que seu rosto é feio, que você é muito inteligente ou vão te chamar de burra (o). Vão dizer que você é pobre, como se a riqueza fosse uma qualidade! Ninguém tem culpa de ser pobre ou rico, simplesmente viemos nas nossas famílias e temos muito orgulho disso, não é mesmo?!



O post de hoje e para você que sofre algum tipo de pressão, alguma crítica.... Nunca vai estar 100% bom para todo mundo. Nunca, em hipótese nenhuma tenha vergonha de ser quem você é, você pode sempre querer melhorar, mas não é obrigada (o), e nem tem que ser rápido. A mudança deve ser orgânica, deve acontecer naturalmente! 

O comentário da Nilda foi só um exemplo de uma pessoa que não me conhece e que simplesmente quer criticar. Uma pessoa que não deve estar bem com ela mesma, pois nem foto dela tem! Uma pessoa que se esconde! Mas vocês concordam que até mesmo pessoas como a Nilda não devem ter vergonha de ser como são? Aliás, na verdade, devem ter vergonha de fazer esse tipo de comentário. Aposto que nas redes sociais dela, ela compartilha coisas sobre amor, fé e Deus (não que eu tenha procurado, mas quem mais critica, compartilha esse tipo de coisa).



Enfim... tenho orgulho de ser quem eu sou. Tenho orgulho de ser professora, pois nunca imaginei que eu seria uma sobrevivente e conseguiria uma dia me formar na faculdade. Fazer pós-graduação, nem se fala. E mestrado? Quem diria. 
Sempre pensei que andaria de ônibus para o resto da minha vida, e olha... consegui ter um carro. Casa? Imagina se eu iria conseguir, mas eu consegui. Para mim, é a melhor casa do mundo, porque é MINHA, é do jeitinho que eu quero. Amo meu corpo, meu cabelo, meu pé, minha coxa, meu bumbum, meus dentes, meus olhos... Enfim, cada "partezinha" de mim! E como isso incomoda, né?!
Por que incomoda tanto estarmos felizes, nos amarmos e sermos amadas?
Se você é uma dessas pessoas que criticam, repense e comece de novo! Ao invés de criticar elogie, apoie outras mulheres, outras pessoas!
Tenho certeza de que o seu mundo e o meu mundo serão melhores, porque serão apenas um!


E você? Já passou por alguma situação dessas? Conte-me nos comentários, vamos nos fortalecer e fazer do Rosa Chiclets uma comunidade!



VÍDEO DE ONTEM





ASSISTA AO VÍDEO DE HOJE:


29 de abril de 2019

Qual é a idade certa para MENSTRUAR?


Oooolá, alunas!

Como vocês amam saber sobre menstruação, né?! 
Vejo tantas meninas que ainda não são mocinhas e que estão super ansiosas para que isso aconteça logo. Mas eu entendo vocês. Quando eu era adolescente, demorei demais para ficar mocinha (acredito que perto dos 14 anos), aí, todas as minhas amigas já tinham corpo definido, contornado e eu tinha corpo redondinho, de criança, sabem?!
Eu cheguei a fingir para as minhas amigas que já era "mocinha". Eu pegava absorvente escondido da minha mãe e levava para a escola. Tinha uma hora que eu falava baixinho para as minhas amigas que eu tinha que trocar o absorvente, e pedia para a professora. Saía, eu, com aquele absorvente no bolso, feliz da vida... e voltava com ele no bolso (hahahaha), dessa vez tendo que esconder das minhas próprias amigas, afinal, elas achavam que eu havia trocado o absorvente.
Que boba eu... Imagina se elas descobrissem a minha mentira? Poderiam até ficar chateada. Infelizmente naquela época não tínhamos internet e vídeos para mostrar-nos que isso é absolutamente normal. Não menstruar cedo não significa NADA!



Cada ser humano é único e somos do jeitinho que temos que ser. Você pode menstruar dos 10 aos 14 anos, como pode demorar mais um pouquinho; minha mãe, por exemplo, menstruou aos 16 anos. Na fase em que a menina começa a entrar na puberdade, os pelos pubianos aparecem, os seios aumentam, as espinhas surgem e também há alterações de humor. Por isso, até chamam os adolescentes de "aborrescentes" (hahahaha). É nessa época que as meninas começam a se interessar por meninos e começam a serem mais vaidosas, algumas brincadeiras não interessam mais.



É muito normal você querer ser "mocinha", mas cuidado, pois ficar meio "fissurada" nisso pode gerar um estresse desnecessário. É indiferente você se preocupar ou não com isso, pois tudo acontece no momento que deve acontecer. Se você ainda não menstruou, o melhor que tem que fazer é relaxar e não pensar no assunto. Garanto, que depois que vier, você não vai ficar tãaaaao feliz assim. Começam as cólicas, as mudanças de humor, a vontade de comer sem parar. Aproveite para não gastar com absorventes (hahaha).

Entretanto, você pode perguntar para a sua mãe ou irmã mais velha (se tiver) com quantos anos ela teve a primeira menstruação. Não é uma regra, mas por causa da genética familiar, você pode imaginar se vai demorar muito ou vai descer mais rápido.

Muitas de vocês me relatam sobre o corrimento, o que chamamos também de "muco vaginal". Esse é um outro sinal de que está bem próximo o tempo de vir sua menstruação. 

Assista ao vídeo relacionado. Compartilhem com suas amigas que passam por isso!







E o vídeo de hoje é para as meninas mais vaidosas de plantão!




16 de abril de 2019

,

Minha sala é bagunceira! E agora?


OOOOOLÁ, queridos alunos!
Para quem não me conhece, sou a Prof. Sú. Sou professora de Língua Portuguesa e tenho o objetivo de ajudar vocês a pensarem e se encontrarem nessa fase tão LOUCA que é a adolescência! Diariamente recebo inúmeras dúvidas e, infelizmente, não consigo responder um por um, mas sempre anoto para criar posts, vídeos e converso com vocês no InstaStories (@rosachiclets)!
Eu estava conversando com uma aluna, a Giovanna Saraiva, e ela disse que queria ser mais estudiosa, mas para isso precisava lidar com a bagunça da sala!


A tal da bagunça na escola é uma coisa doida, né?! Um local onde todo mundo sabe que temos que estudar, obedecer aos professores, dedicar-se, acaba acontecendo isso! Muitos pais não sabem que seus filhos são "outras" pessoas dentro da escola. Não sei se os alunos ditos "bagunceiros" Querem chamar a atenção (deve faltar em casa), ou são muito proibidos em casa, por isso reagem dessa forma! Sempre costumo dizer que o problema dos alunos são os pais. Às vezes, os pais fecham os olhos para saber como os filhos se comportam, outras vezes, eles simplesmente não conseguem lidar com os filhos. Não sou mãe, sou professora, mas não entendo como isso pode acontecer! Melhor esperar a ajuda de um psicólogo, né?!


Enfim... a verdade é que muitas escolas dividem as turmas em A, B, C e assim por diante. Na escola pública, geralmente é assim: Na turma A e B podem ficar os alunos mais comportados, na mesma idade escolar. Dependendo de quantas turmas têm na escola, as últimas denominações (no caso do exemplo aqui C) são alunos com maior dificuldade, em outras fases escolares (repetentes), ou alunos que demoraram muito para fazer a matrícula /rematrícula. Enfim, ao meu ver, são as que mais precisam se concentrar. Quero lembrar aqui, que não é uma regra para todas as escolas, mas os dados se baseiam na minha experiência enquanto professora!
Acredito que caiba uma política da escola para turmas "bagunceiras". Professores devem se impor e saber conduzir as aulas de uma maneira saudável. Eu odiava pegar uma turma na aula seguinte, onde o professor anterior não conseguia dominar a sala! Era terrível para mim, porque até colocar os alunos em ordem, perdia 10 minutos, aí mais 10 minutos para fazer a chamada. Imagina o quanto os alunos perdem - já iam 20 minutos de uma uma hora/aula de 50 minutos (algumas têm 40 ou 45).



Se você faz parte desse time "de turmas bagunceiras", cabe pedir ajuda para os professores, pedagogos ou direção. A primeira coisa que deve acontecer é REALMENTE a equipe pedagógica e quadro docente achar que pode trabalhar em equipe para mantes a sala disciplinada. Os alunos podem ajudar, cada um fazendo a sua parte, como não rir das "gracinhas" dos indisciplinados, porque eles querem chamar a atenção mexxxxxxxmo!
É importante, também, que os professores arrumem um espelho de classe e que TODOS os alunos mantenham o espelho. Vejo muitos professores deixarem os alunos sentarem em lugares diferentes em suas aulas, mas saibam que sentar no lugar estipulado é uma estratégia pensada para manter a organização da sala de aula. Outra dica é deixar o local arejado, com as janelas abertas e com a disposição ideal com cartazes e enfeites na parede. É essencial deixar a sala de aula aconchegante para manter a concentração dos alunos. 
Também é importante saber que cada colega lida com algum tipo de problema em casa e na escola, se você é aluno e percebe comportamentos abusivos de seus colegas, cabe ter uma conversinha com a pedagoga da escola, para que a equipe escolar possa analisar as atitudes dos seus colegas. 
Lembrem-se: por mais que sua turma seja conhecida como "a pior da escola", não quebre regras só porque seus colegas as quebram; é um trabalho de "formiguinha" que deve ser alimentado todos os dias. Eu sei que se você é um aluno dedicado e quer estudar, às vezes, essa situação pode o deixar desanimado, mas converse com os professores e diga o que está sentindo para que as providências possam ser tomadas. 
Se você conhecer bem o foco da bagunça, pode conversar com seus amigos e pedir para que eles parem de incomodar durante as aulas. É difícil, mas tanto alunos, quanto professores devem tratar os mais estudiosos e aqueles que incomodam com respeito e cordialidade. Claro, que podemos chamar a atenção, desde que seja com educação. Vocês percebem que quando o professor grita em sala de aula, ou vai aumentando o tom de voz para a turma prestar atenção, o barulho também vai aumentando? Pois é... se você tem um professor assim, converse com a coordenação da escola, para que o mesmo possa mudar o proceder e acalmar a turma!
Por fim, faça combinados com os professores e com seus colegas para que a paz possa voltar a reinar, assim, vocês terão um ótimo ano escolar!


Para parcerias, palestras e pedidos, encaminhe um e-mail para contato@rosaciclets.com.br ou entre em contato pelo Instagam: @rosachiclets



ASSISTA AO VÍDEO DE HOJE NO CANAL

 →