9 de dezembro de 2013

,

Look do dia: Frida Kahlo



           Hello, lindas!!! Sabem que aqui em Curitiba está fazendo um calor danado durante a semana, maaaaas, no fim de semana, o calor some... Então joguei um blazer por cima do meu look de verão! Vejam como ficou!


Quem foi Frida Kahlo

Vítima de um terrível acidente que a prender sob um colete de gesso por toda a vida, a dor de Frida foi retratada em sua pintura de forma a marcar sua obra. Os autorretratos e as representações de cenas do hospital ou de procedimentos médicos foram retratados de forma a fazer o observador partilhar da sua dor. Retratou a lápis a cena do acidente, sem respeito por regras ou perspectiva...


 Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, conhecida como Frida Kahlo, nasceu em 6 de julho de 1907, em Coyoacan, no México, para uma vida cheia de percalços. Frida era uma revolucionária. Ao contrário da elite de sua época, ela gostava de tudo o que era verdadeiramente mexicano: jóias e roupas das índias, objetos de devoção a santos populares, mercados de rua e comidas cheias de pimenta. Fiel ao seu país, a pintora gostava de declarar-se filha da Revolução Mexicana ao dizer que havia nascido em 1910.


 Militante comunista e agitadora cultural, Frida usou tintas fortes para estampar em suas telas, na maioria auto-retratos, uma vida tumultuada por dores físicas e dramas emocionais. Aos seis anos contraiu poliomielite (paralisia infantil) e permaneceu um longo tempo de cama. Recuperou-se, mas sua perna direita ficou afetada. Teve de conviver com um pé atrofiado e uma perna mais fina que a outra.


O acidente

Em 1925, aos 18, sua vida mudou de forma trágica. Era setembro e o ônibus (novidade da época) em que Frida e o seu noivo Alejandro Gómez Arias estavam chocou-se em um trem. A pancada foi no meio do ônibus, onde estava sentado o jovem casal. Frida receberia todo o baque do acidente. Ela foi varada por um ferro que lhe atravessou o abdome, a coluna vertebral e a pélvis. Ela sofreu múltiplas fraturas, fez várias cirurgias (35 ao todo) e ficou muito tempo presa em uma cama.


O diagnóstico do acidente: 'fraturas nas terceiras e quarta vértebras lombares; três fraturas na bacia; onze fraturas no pé direito (o atrofiado); luxação do cotovelo esquerdo; ferimento profundo no abdome (provocado por uma barra de ferro que entrou pelo quadril esquerdo e saiu pela vagina rasgando o lábio esquerdo); pentonite aguda e astite, precisando de sonda durante vários dias'. Frida era o retrato da má sorte e se achava assim: 'E a sensação nunca mais me deixou, de que meu corpo carrega em si todas as chagas do mundo'.


Foi nessa dolorosa convalescença, que Frida começou a pintar freneticamente, quando a mãe pendurou um espelho em cima de sua cama. Frida sempre pintou a si mesma: 'Eu pinto-me porque estou muitas vezes sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor'. Suas angustias, suas vivências, seus medos e principalmente seu amor pelo marido, o pintor mexicano Diogo Rivera, com o qual se casa em 1929.


O casamento

Rivera, socialista, foi o pintor mexicano mais importante do século 20 e fez parte do movimento muralista, que defendia a arte acessível. Quando se casou com Frida, a família dela comparou a união ao casamento de um elefante com uma pomba - ele era imenso e 21 anos mais velho. Mas os dois formaram o casal de artistas mais original da época. Frida amargou muitas amantes do marido, seu grande amor e reconhecido mulherengo. Mas também viveu romances paralelos com mulheres e homens, o mais famoso com o revolucionário russo León Trotski. Apesar das traições do marido, a maior dor de Frida foi a impossibilidade de ter filhos (embora tenha engravidado mais de uma vez, as seqüelas do acidente a impossibilitaram de levar uma gestação até o final), o que ficou claro em muitos dos seus quadros.


No entanto, apesar dos numerosos affairs com outras mulheres, Diego ajudou Frida a revelar-se como artista. Em 1930, viaja com a esposa para os EUA, onde tinha trabalhos e exposições. Frida, mais mexicana do que nunca, chocava a todos com suas roupas, risos e gestos. Descobria-se uma forte e desejada mulher. Em Detroit, Frida engravida, mas sofre um aborto, fato que mais de uma vez leva embora o seu sonho de ser mãe. Nesse período, Frida começou a produzir telas, tudo à respeito de sua perda, do quarto do hospital e de seus sentimentos. De volta ao México, teve de superar ainda a morte da mãe Matilde (vítima da câncer), mais um aborto e algumas crises no seu casamento com Diego, que a traia até com a sua irmã mais nova, Cristina.


Em 1939 parte sozinha para Nova York, onde faz sua primeira exposição individual, na galeria de Julien Levy, e é sucesso de crítica. Em seguida, segue para Paris. Lá é hospitalizada com uma infecção renal, mas também entra no mundo da vanguarda artística dos surrealistas. Conhece Pablo Picasso, Wassily Kandinsky, Marcel Duchamp, Paul Éluard e Max Ernst. O museu do Louvre adquire um de seus auto-retratos. No mesmo ano, divorcia-se de Diego, com quem volta a se casar um ano depois. Em 1942 começaram a dar aulas de arte em uma escola recém aberta na Cidade do México.


Após tantos altos e baixos vividos, seu estado de saúde piorou, e o colete antes de gesso, foi substituído por um de ferro que impedia até a sua respiração. Em 1946 sua coluna precisou ser operada. Com fortes dores na perna direita, em 1950 é tratada no Hospital Inglês durante todo o ano. Mas continua pintando. Os médicos diagnosticam a amputação da perna e ela entra em depressão. Pinta suas últimas obras, como 'Natureza Morta (Viva a Vida)'. Em um ano (1950-1951), passa por sete operações na coluna, que infeccionam, graças ao colete de uso obrigatório. Em 2 julho de 1954 participa, em cadeira de rodas, da manifestação contra a intervenção americana na Guatemala.


Frida Kahlo viveu como Diego Rivera recomendou, um dia, a ela: 'Pega da vida tudo o que ela te der, seja o que for, sempre que te interesse e possa dar certo.' Ela costumava dizer que 'a tragédia é o mais ridículo que há' e 'nada vale mais do que a risada'. E na madrugada de 13 de julho de 1954, Frida, com 47 anos, foi encontrada morta em seu leito. Oficialmente, a morte foi causada por 'embolia pulmonar', mas há suspeita de suicídio.


No diário, deixou as últimas palavras: 'Espero alegre a minha partida - e espero não retornar nunca mais.'


Eu estou usando: Bermuda: Denuncia; T-shirt da Frida: Kymacta Surf; Blazer: ASDS Basic; Sapatilha: Sem marca, comprei em São Paulo!


  
←   →

32 comentários:

  1. Look lindoooo!

    http://graziellencristina10.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito linda essa blusinha!

    http://my-little-candy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Lindoo! Amei o look, o local é lindo e as fotos ficaram ótimas!
    bjoo
    www.violetasroxas.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa que história triste dessa mulher , não
    sabia como tudo aconteceu, mas o que valeu foi suas
    fotos que ficaram um swhouuuu parabéns ais uma vez
    demorei mas vim te visitar bjuss com carinho de sempre

    ••♥•Rita!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, por isso que ela ficou para a História, né?!

      Excluir
  5. gostei do blazer *_*

    ideia de unha para usar no #natal

    - http://epidemiabeauty.blogspot.com.br/2013/12/inspire-se-christmas-nail-art.html

    ResponderExcluir
  6. Seu look ficou lindo!
    Mas gostei mesmo do blazer, ele é lindo! ♥
    Gostei das fotos, ficaram bem legais e criativas!
    Beijinhos
    http://penteadeiracorderosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!!!, Deus seja contigo, tenha uma semana abençoada,
    amiga que belas fotos, amei o look SUCESSO AMIGA.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderExcluir
  8. Oi Suzana,amei as fotos vc esta cada dia mais bonita!
    Esse blazer e maravilhoso ficou show esse look,bjos te adorooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha... Ganhei o dia com o seu comentário... Bjs e obrigada, Márcia!

      Excluir
  9. que linda Su! eu adorei, ficou perfeito esse look! ótimo para trabalhar =)

    Beijinhos,
    Blog Manias de Beauté! - Fan Page - Canal do Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainnn, no meu trabalho não dá para ir com uma bermuda dessas. É considerada curta...
      Bjs

      Excluir
  10. História meio triste, mas o look é lindo. Amei s2

    http://bloggarotaunica.blogspot.com.br/

    https://www.facebook.com/GarotaUnicaBlog

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... mas o look é uma homenagem a esta mulher guerreira!
      Bjs

      Excluir
  11. Adorei o look, bem a minha cara...rsrsrs A blusinha e a sapatilha são muito fofas : )
    www.dicamineira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... Sou apaixonada pela blusinha... E a sapatilha foi presente!!!

      Excluir
  12. Seu look esta lindo!
    beijinhos

    www.blogladies.com

    ResponderExcluir
  13. Hello dear, beautiful blog and amazing photos :) i follow you with pleasure on GFC, twitter and facebook , if you want to pass by me :)

    http://teanonsolomoda.com

    kiss Tea

    ResponderExcluir
  14. Volteii o/ Adorei o look, amei muito seu casaquinho XD

    Agradeço a sua visita no blog e peço desculpas pela demora.
    Peço-lhe que curte novamente minha page, pois um hacker a excluiu. Grata
    https://www.facebook.com/eraoutravezblog
    o/
    kisu
    www.eraoutravez.com

    ResponderExcluir
  15. Ai Rosa , amo seus looks , vc é linda e super fofa , parabéns , sucesso '
    já gostava muito do seu blog desde antes , e depois , que começou a corresponder , que ainda mais gostei , muitas blogueiras por ai não merecem está onde estão , sempre que chegam ao alge se esquecem de quem a colocou ali , admiro ainda mais vc , por não ser assim , vc é muito educada e vai chegar longe !! Parabéns <3'

    http://blogthelittlequeen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha linda... Não pense em coisas negativas das blogueiras, é que, às vezes, é humanamente impossível responder a todos!!!
      Muito obrigada, tbm admiro muito o seu trabalho, ainda mais agora...

      Bjs – Su
      www.rosachiclets.com.br

      Excluir

Olá, alunos do YouTube! Deixem um recadinho com muito amor para a Prof. Sú!